segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Maranhão entra na segunda etapa de vacinação contra febre aftosa

De 01 a 30 de novembro, acontece a 2ª Etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa no Brasil. No Maranhão e em outros 13 estados todo o rebanho bovino e bubalino deve ser imunizado. Para registrar o período, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) e da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), realizam, nesta terça-feira (1º), às 10h, na Sala de Reuniões da Vice-governadoria, o lançamento da campanha com uma cerimônia de obliteração do selo comemorativo dos 15 anos sem febre aftosa no Maranhão.

O evento, que deverá reunir representantes de diversas entidades do setor agropecuário, tem por objetivo conscientizar autoridades e produtores sobre a importância de continuar vacinando o seu rebanho. “A vacinação contra aftosa acontece, todos os anos, em maio e novembro. Historicamente, temos alcançado índices vacinais inferiores nas segundas etapas. Este ano, queremos reforçar o apelo aos produtores para que consigamos manter nosso índice vacinal acima de 98% e garantir a sanidade do rebanho maranhense”, explica o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

Na última campanha, realizada de 01 de maio a 15 de junho, o Maranhão conquistou a maior cobertura vacinal do Nordeste, com a imunização de 98,46% do seu rebanho bovino e bubalino, equivalente a 7.513.765 animais. Esta foi a terceira campanha consecutiva em que o estado apresentou uma cobertura acima de 98%.

“A manutenção do estado como livre de aftosa é fundamental para o crescimento da pecuária e para a atração de investimentos. Não podemos esquecer que esse foi um fator decisivo para que iniciássemos a exportação de gado vivo genuinamente maranhense, operação que, até o primeiro semestre de 2016, já gerou R$ 42 milhões para pequenos e médios produtores”, ressalta o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Márcio Honaiser.

Selo Comemorativo

Na cerimônia de lançamento da campanha, a Aged também pretende relembrar a trajetória de controle da doença. Em agosto desde ano, o Maranhão completou 15 anos desde o último e único caso de febre aftosa registrado pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no município de Eugênio Barros. Para comemorar a data, foi produzido um selo comemorativo junto aos Correios, que será lançado na ocasião e obliterado por cinco personalidades escolhidas pela Aged.

Fonte: www.ma.gov.br
 

Governo do Maranhão realizará encontro com os 217 prefeitos eleitos

Um momento de diálogo e interação entre todos os prefeitos eleitos no último pleito e o Governo do Maranhão será realizado, no dia 25 de novembro, pela gestão estadual A intenção é apresentar aos líderes do executivo municipal que assumirão em 1° de janeiro de 2017 o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Governo. Na oportunidade, o governador Flávio Dino ainda fará o anuncio do Pro Município, um programa de assistência técnica aos municípios.

“Em novembro, nós vamos convidar todos os 217 prefeitos, indistintamente, para nós apresentarmos os principais programas do Governo do Estado, programas como Mais IDH, Água Para Todos, Mais Asfalto, Escola Digna. Programa de apoio aos municípios no que se refere a urbanização, pavimentação, programas no campo do esporte, na área da cultura. Nós vamos resenhar todos esses programas e mostrar para todos os prefeitos e prefeitas como eles podem fazer parcerias com o Governo do Estado, quais são os caminhos pelos quais será possível haver convergência de esforços, ou seja, conjugação de recursos municipais e estaduais para que haja melhores resultados para a população”, explicou o governador Flávio Dino.

Para o secretário de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos, Márcio Jerry, o encontro será importante para afinar propósitos entre os executivos estadual e municipais. “Este é um Governo democrático e assim seguirá. Estamos organizando o encontro com os prefeitos eleitos a fim de apresentar o funcionamento do Governo do Estado e também ouvi-los”, explicou Marcio Jerry.

Durante o encontro, também será anunciado o Programa ProMunicipio, que é um compromisso do governador Flávio Dino, que conta no plano de Governo. Ele oferecerá assistência técnica aos gestores, disponibilizando uma plataforma de dados com informações sobre ações do Governo em cada cidade, sobre convênios estaduais em vigência e outros números usuais aos prefeitos.

Blog do Domingos Costa

No Senado, especialistas dizem que PEC do Teto vai desconstruir PNE

Especialistas da área da educação avaliaram hoje (31), em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado, que a proposta de emenda constitucional (PEC) que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos à correção da inflação do ano anterior vai desconstruir o Plano Nacional de Educação (PNE).

De acordo com a representante do Fórum Nacional de Educação (FNE), Jaqueline Pasuch, o princípio norteador do PNE consiste “em quase dobrar as atuais receitas orçamentárias da União” para cumprir as 20 metas do plano, entre elas, as que preveem atingir um investimento equivalente a 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na educação e a equiparar a remuneração média do magistério com outras categorias profissionais da mesma escolaridade. Na Câmara, a PEC tramitou com o número 241 e, agora, no Senado, tramita com o número 55.

“No entanto, os dois principais objetivos da PEC 241, hoje PEC 55, colidem com o PNE, uma vez que se pretende suspender, por 20 exercícios fiscais, o dobro de tempo de vigência do Plano Nacional de Educação, as receitas de impostos vinculadas à educação, art. 212 da Constituição Federal, bem como limitar os investimentos educacionais e despesas primárias do Estado à inflação medida pelo IPCA do exercício anterior, também por 20 anos”, afirmou Jaqueline. 

O Ministério da Educação (MEC) foi convidado para participar da audiência, mas não enviou nenhum representante. O FNE é composto por 50 entidades e órgãos ligados à educação, incluindo representantes dos secretários estaduais e municipais da área, movimentos sociais, entidades estudantis e do próprio MEC.

Entre outras atribuições, o Fórum deve divulgar o monitoramento contínuo do PNE (Lei 13.005/2014), composta por 20 metas, desde a educação infantil até a pós-graduação, e estabelece a valorização dos professores e trabalhadores em educação. A lei determina também o investimento de pelo menos 10% do PIB em educação até 2024. Atualmente, o investimento é de 6,2%.

A PEC propõe um novo regime fiscal para o país, em que o aumento dos gastos públicos, em um ano, esteja limitado pela inflação do ano anterior. O governo, autor da proposta, defende a medida como fundamental para o controle da dívida pública e a retomada de confiança na economia e nega que ela vá retirar recursos de áreas como saúde e educação.

Para o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, a PEC 55 desconstrói não só o Plano Nacional de Educação, mas também o processo de desenvolvimento das políticas sociais que vinham sendo realizadas desde a Constituição Federal de 1988.

“Então, parece que nós discutimos uma medida de governo, mas na realidade nós estamos não só impondo um teto à economia brasileira; estamos também impondo um teto de 20 anos ao desenvolvimento do país. Isso precisa ser refletido, porque, se não fossem os estudantes, talvez a sociedade brasileira não debatesse esse tema com a ênfase com que precisa fazê-lo”, afirmou Cara.

Agência Brasil    

MEC adia prazo para estudantes renovarem Fies até 15 de dezembro

O prazo para a renovação de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) neste segundo semestre foi prorrogado para o dia 15 de dezembro. Inicialmente, o processo seria encerrado hoje (31). De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), dos 1,5 milhão de estudantes que devem renovar o financiameno, 980 mil o fizeram até esta manhã.

Os contratos do Fies precisam ser renovados todo semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades. Em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies. No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa ainda levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Os estudantes precisam validar as informações no sistema e, no caso de aditamentos não simplificados, procurar os agentes financeiros do Fies (Caixa ou Banco do Brasil) para formalizarem a renovação dos contratos.

Os aditamentos, normalmente feitos no início do semestre, ficaram congelados devido à falta de recursos. No entanto, após a aprovação de crédito suplementar para o programa pelo Congresso Nacional, o sistema foi liberado para renovações.

O investimento nos financiamentos é de R$ 8,6 bilhões, já garantidos no orçamento, de acordo com o Ministério da Educação. A pasta assegura que, para 2017, o governo federal já enviou ao Congresso Nacional Projeto de Lei Orçamentária que contempla R$ 21 bilhões para o Fies, o que garantirá a continuidade dos financiamentos e a manutenção dos contratos com os agentes financeiros do fundo.


Edição: Amanda Cieglinski
Agência Brasil 

Em Presidente Médici: Operação conjunta resulta na apreensão de 18 quilos de maconha e em prisão de acusado de tráfico de drogas

A ação policial comandada pelo Major Abrantes deu-se inicio por volta das 04h30 deste domingo (30), quanto policiais de Presidente Médici em rondas de rotina, avistaram dois indivíduos em uma moto Honda Bros de cor verde trafegando pela BR 316 em atitude suspeita. Ao se aproximarem de ambos, os policiais notaram uma ação evasiva e mesmo desferindo tiros para o alto na tentativa de coibir retaliações, um dos envolvidos acabou se evadindo do local da abordagem e fugiu adentrando o matagal. 

Policiais da cidade de Centro do Guilhermes também se fizeram presentes dando apoio operacional na ação que resultou na apreensão de vários tabletes de maconha pronta para ser comercializada. José Francisco Procópio de Almeira (31 anos) mesmo tentando fugir acabou sendo capturado pelos policiais e direcionado para a Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia do Paruá, onde ficará a disposição da justiça. De acordo com o informado pelos policiais no presente momento, o mesmo será enquadrado pela Lei N° 11.343 e deverá responder pelo crime de tráfico de drogas.

Informações:
acidadedeverdade.com.br
 

PSDB conquistou 14 prefeituras no 2º turno; PT perdeu nas 7 cidades que disputou

O segundo turno das eleições municipais mostrou crescimento do PSDB e queda do PT na conquista de prefeituras.

O desempenho petista no segundo turno confirmou a tendência de queda que já havia sido apontada no primeiro turno. O partido não elegeu nenhum dos sete candidatos com os quais disputou hoje (30). Na região do ABC, onde nasceu o partido, nenhum dos dois candidatos conseguiram vitória.

No Recife, única capital em que disputou a prefeitura no segundo turno, o PT viu o atual prefeito Geraldo Júlio (PSB) vencer João Paulo (PT) por uma grande margem de votos, quase 200 mil. Já na gaúcha Santa Maria, a disputa foi apertada: o petista Valdeci Oliveira perdeu para o tucano Pozzobom por apenas 226 votos.

Candidatos petistas também disputaram em Mauá (SP), Anápolis (GO), Juiz de Fora (MG) e Vitória da Conquista (BA). 

PSDB

Por outro lado, o maior rival do Partido dos Trabalhadores, o PSDB conseguiu eleger 14 das 19 prefeituras que disputou em segundo turno. Os tucanos concorreram em oito capitais e venceram em cinco delas: Porto Alegre (RS), Belém (PA), Maceió (AL), Porto Velho (RO) e Manaus (AM).

Além disso, embora tenham sido derrotados em Belo Horizonte (MG), residência eleitoral do presidente do partido, senador Aécio Neves, os tucanos tiveram bom desempenho no ABC paulista. Em São Bernardo do Campo (SP), cidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Orlando Morando (PSDB) ganhou com 59% dos votos válidos.

Em Santo André, Paulo Serra (PSDB) teve 78% dos votos, enquanto o petista Carlos Grana alcançou apenas 21%. Os tucanos levaram ainda Ribeirão Preto, cidade do ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci, com Duarte Nogueira sendo eleito por 56% dos votos válidos.

PMDB

Já o PMDB, maior partido do país, elegeu prefeitos de três das seis capitais que disputou: Goiânia (GO), com Iris Rezende sendo eleito prefeito pela quarta vez; Florianópolis (SC), com Gean Loureiro; e Cuiabá (MT), com Emanuel Pinheiro.

No total, o partido levou oito das 15 cidades que disputou no segundo turno. Em Macapá (AP), residência eleitoral do ex-presidente da República e uma das principais lideranças peemedebistas, José Sarney, o partido perdeu a disputa da prefeitura para a Rede.

Comparação com 2012

Em 2012, quando a ex-presidenta Dilma Rousseff ainda governava, o desempenho do PT nas eleições municipais foi muito superior ao de agora. O partido tinha eleito, naquele ano, 630 prefeitos em primeiro tuno, e levou 21 para o segundo turno. Desses, oito foram eleitos.

Mantendo a tendência de crescimento já apresentada no primeiro turno desta eleição, o PSDB continuou em trajetória ascendente neste segundo turno em relação a 2012. Nas últimas eleições, o partido elegeu 686 prefeitos em primeiro turno e enviou 17 para o segundo turno, tendo eleito oito prefeitos na segunda fase. Este ano, foram eleitos 14 dos 19 candidatos tucanos que disputaram o segundo turno.

Nas eleições municipais passadas (2012), o PMDB elegeu 1.015 em primeiro turno e disputou com 16 candidatos o segundo turno, elegendo mais seis. Agora, o partido disputou o segundo turno com 15 candidatos e conquistou oito prefeituras.

Agência Brasil

domingo, 30 de outubro de 2016

Edivaldo Holanda Júnior é reeleito em São Luís

O atual prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), foi o grande vencedor das eleições na capital maranhense. Holandinha foi reeleito com 53,83% votos válidos. Eduardo Braide (PMN) ficou em segundo lugar com 46,17% dos votos.

Blog do Neto Ferreira

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Brasil tem mais mortes violentas do que a Síria em guerra, mostra anuário

O Brasil registrou mais mortes violentas de 2011 a 2015 do que a Síria, país em guerra, em igual período. Os dados, divulgados hoje (28), são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Foram 278.839 ocorrências de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenção policial no Brasil, de janeiro de 2011 a dezembro de 2015, frente a 256.124 mortes violentas na Síria, entre março de 2011 a dezembro de 2015, de acordo com o Observatório de Direitos Humanos da Síria.
“Enquanto o mundo está discutindo como evitar a tragédia que tem ocorrido em Alepo, em Damasco e várias outras cidades, no Brasil a gente faz de conta que o problema não existe. Ou, no fundo, a gente acha que é um problema é menor. Estamos revelando que a gente teima em não assumi-lo como prioridade nacional”, destacou o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.
Apenas em 2015, foram mortos violentamente e intencionalmente 58.383 brasileiros, resultado que representa uma pessoa assassinada no país a cada 9 minutos, ou cerca de 160 mortos por dia. Foram 28,6 pessoas vítimas a cada grupo de 100 mil brasileiros. No entanto, em comparação a 2014 (59.086), o número de mortes violentas sofreu redução de 1,2%. “A retração de 1,2% não deixa de ser uma retração, mas em um patamar muito elevado, é uma oscilação natural, de um número tão elevado assim”, ressaltou Lima.
Das 58.383 mortes violentas no Brasil em 2015, 52.570 foram causadas por homicídios (queda de 1,7% em relação a 2014); 2.307 por latrocínios (aumento de 7,8%); 761 por lesão corporal seguida de morte (diminuição de 20,2%) e 3.345 por intervenção policial (elevação de 6,3%).
Estados
Sergipe, com 57,3 mortes violentas intencionais a cada grupo de 100 mil pessoas, é o estado mais violento do Brasil, seguido por Alagoas (50,8 mortes para cada grupo de 100 mil) e o Rio Grande do Norte (48,6). Os estados que registraram as menores taxas de mortes violentas intencionais foram São Paulo (11,7 a cada 100 mil pessoas), Santa Catarina (14,3) e Roraima (18,2).
“Os estados em que as mortes crescem, com exceção de Pernambuco, são os que não têm programa de redução de homicídios. Você percebe que quando há política pública, quando você prioriza o problema, são conseguidos alguns resultados positivos”, disse Lima.
As unidades da Federação que mais aumentaram o número de mortes violentas foram o Rio Grande do Norte (elevação de 39,1%), Amazonas (19,6%), e Sergipe (18,2%). Os que mais diminuíram foram Alagoas (queda de 20,8%), o Distrito Federal (-13%), e o Rio de Janeiro (-12,9%).
“Alagoas, estado que mais reduziu o número de mortes, é um caso muito interessante. É o único que tem um programa, em parceria inclusive com o governo federal, há alguns anos. Uma parceria que envolve não só a Força Nacional, mas outras dimensões de equipamentos. O estado que tem integração formal de diferentes entes da Federação é aquele que conseguiu reduzir com mais intensidade”, disse Lima.
De acordo com o diretor-presidente do fórum, a grande maioria dos oito estados que têm programas de redução de homicídios teve diminuição no número de mortes violentas: Alagoas (-20,8%), Bahia (-0,9%), Ceará (-9,2%), Distrito Federal (-13%), Espírito Santo (-10,7%), Pernambuco (+12,4%), Rio de Janeiro (-12,9%), e São Paulo (-11,4%).
Letalidade policial
De acordo com o anuário, a cada dia, pelo menos 9 pessoas foram mortas por policiais no Brasil em 2015, resultando num total de 3.345 pessoas, ou uma taxa de 1,6 morte a cada grupo de 100 mil pessoas. O número é 6,3% superior ao registrado no ano anterior. São Paulo foi o estado com o maior número de pessoas mortas por policiais em 2015: 848. As maiores taxas de letalidade policial registradas no último ano foram nos estados do Amapá (5 para cada grupo de 100 mil pessoas), Rio de Janeiro (3,9) e de Alagoas (2,9). Considerando-se os números absolutos, São Paulo e o Rio de Janeiro concentram sozinhos 1.493 mortes decorrentes de intervenções policiais, ou 45% do total registrado no país.
A taxa brasileira de letalidade policial (1,6) supera a de países como Honduras (1,2) e África do Sul (1,1). “Isso demonstra um padrão de atuação que precisa ser revisto urgentemente. Esse padrão faz com que você tenha [no Brasil] o número de pessoas mortas por intervenção policial como o mais alto do mundo. Nossa taxa de letalidade policial é maior do que a de Honduras, que é considerado o país mais violento em termos proporcionais, em termos de taxa, do mundo”.
“Esse é um problema que continua muito sério no país e não está submetido especificamente à dimensão dessa nova realidade, seja a lei de terrorismo ou outras questões. Mas estamos com um problema muito agudo do padrão de trabalho das polícias”, destacou Lima.
O total de policiais vítimas de homicídios em serviço e fora do horário do expediente também é elevado no Brasil. Em 2015, foram mortos 393 policiais, 16 a menos do que no ano anterior. Proporcionalmente, os policiais brasileiros são três vezes mais assassinados fora do horário de trabalho do que no serviço: foram 103 mortos durante o expediente (crescimento de 30,4% em relação a 2014) e 290 fora (queda de 12,1% em relação a 2014), geralmente em situações de reação a roubo (latrocínio).
O Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que está em sua 10ª edição, será lançado no dia 3 de novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Estrada de Ferro Carajás é bloqueada em Alto Alegre do Pindaré

Manifestantes liberaram no fim da tarde desta quinta-feira (27), o trecho da Estrada de Ferro Carajás, que tinha sido interditado durante a tarde na cidade de Alto Alegre do Pindaré (MA).

Segundo os moradores, a interdição foi por causa da obra de duplicação da ferrovia. Eles dizem que a obra causa danos ao meio ambiente, além de ter danificado o principal acesso ao Povoado Altamira, que fica na zona rural de Alto Alegre do Pindaré.

A Vale disse que todo o processo de licenciamento ambiental para o projeto segue, rigorosamente, a legislação. Disse ainda que é contrária a este tipo de manifestação, que impede o direito de ir e vir da população e que adotou medidas judiciais para responsabilizar civil e criminalmente os responsáveis pela interdição.

G1 Maranhão

Desemprego é de 11,8% e atinge 12 milhões de trabalhadores, aponta IBGE

O desemprego no país, em média, foi de 11,8% no terceiro trimestre, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No período, o número de desempregados no Brasil foi de 12 milhões de pessoas.
São 437 mil desempregados a mais do que no segundo trimestre, crescimento de 3,8%. Em um ano, são 3 milhões de pessoas a mais sem emprego, um aumento de 33,9%.
Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (27) e fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, do IBGE.

A pesquisa não usa só os trimestres tradicionais, mas períodos móveis (como fevereiro, março e abril; março, abril e maio etc.), e o IBGE divulga os resultados a cada mês.

Comparação com resultados anteriores

No terceiro trimestre de 2016, a taxa de desemprego foi de 11,8%:
  • no segundo trimestre, havia sido de 11,3%;
  • no trimestre de junho a agosto, havia sido de 11,8%;
  • um ano antes (terceiro trimestre 2015), havia sido de 8,9%.
O número de desempregados chegou a 12 milhões:
  • no segundo trimestre, havia sido de 11,6 milhões;
  • no trimestre de junho a agosto, havia sido de 12 milhões;
  • um ano antes (terceiro trimestre de 2015), havia sido de 9 milhões.

Número de trabalhadores

O número de pessoas com trabalho foi de 89,8 milhões, com 963 mil pessoas a menos do que no segundo trimestre, queda de 1,1%.
Em um ano, o total de trabalhadores caiu 2,4%, o que equivale a cerca de 2,3 milhões de pessoas.

Rendimento de R$ 2.015

O rendimento real (ajustado pela inflação) do trabalhador ficou, em média, em R$ 2.015, crescimento de 0,9% na comparação com o segundo trimestre (R$ 1.997), mas queda de 2,1% em relação ao terceiro trimestre de 2015 (R$ 2.059).

Número de carteiras

O número de empregados com carteira assinada ficou em 34,1 milhões, queda de 0,9% na comparação com o segundo trimestre, ou 314 mil pessoas a menos com carteira. Em um ano, o país perdeu 1,3 milhão de carteiras, queda de 3,7%.

Metodologia da pesquisa

A Pnad Contínua pesquisa dados de 211.344 casas em cerca de 3.500 municípios.
O IBGE considera desempregado quem não tem trabalho e procurou algum nos 30 dias anteriores à semana em que os dados foram coletados
 
Jornal Pequeno

Francisco Guilherme embarcará dia 08 para disputar os Jogos da Juventude.

O atleta novaolindense Francisco Guilherme que foi o campeão infanto individual de Tênis de Mesa dos JEMs 2016 e garantiu  sua participação nos Jogos da Juventude em João Pessoa, embarcará dia 08 de novembro para representar o estado do Maranhão.

Os nossos atletas do Tênis de Mesa, nos últimos anos sempre fazem boas participações nas competições estaduais, agora o foco é uma conquista nacional.

Francisco Guilherme representará todos da Oficina Inclusiva de Tênis de Mesa e o município de Nova Olinda do Maranhão.

O atleta é aluno do CE Teresinha Alves Rocha (Rede Estadual) e nos últimos anos vem sendo destaque na modalidade, conquistando títulos do Infantil e agora do Infanto.

Os atletas do Tênis de Mesa têm o apoio da Secretaria Municipal de Educação e dos professores Paulo Alberto (Paulinho) e Marcelo Ferreira, que implantou a modalidade de nosso município.


Notícias do futebol maranhense

Moto Club convoca conselheiros para eleição e planos para temporada 2017

O Moto Club deve eleger, na próxima quinta-feira (3), seu Conselho Fiscal e tratar de outros assuntos, como os planos para a temporada 2017. A assembleia foi convocada pelo presidente do Conselho Deliberativo, Cursino Raposo, e vai ser realizada no auditório do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MA), que fica no mesmo andar da Federação Maranhense de Futebol (FMF) no Palácio dos Esportes, na Rua do Alecrim, Centro de São Luís.

O encontro está marcado para começar às 18h e deve contar com boa parte dos conselheiros. O presidente do clube, Hans Nina, vai aproveitar para falar sobre a próxima temporada. É possível que mudanças estatutárias sejam tratadas também. O próprio presidente já falou anteriormente sobre o interesse de alguns conselheiros na mudança do texto para que mudanças profundas sejam possíveis no clube, como a reforma do quadro de conselheiros.

Para 2017, o clube ainda não tem patrocínio confirmado. Entre as opções, está à renovação com os parceiros deste ano por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, o que viabilizou as campanhas do título maranhense e do acesso no Campeonato Brasileiro.

No próximo ano, o Moto terá quatro competições. Além do Campeonato Maranhense, a equipe estará em campo na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C do Campeonato Brasileiro.


Edgar é reintegrado ao elenco e deve reaparecer no jogo contra o Paysandu


Após faltar semana de treino, ser afastado e multado, o atacante Edgar foi reintegrado ao elenco do Sampaio Corrêa. O jogador participou normalmente da atividade dessa quarta-feira, quando a equipe se reapresentou com vistas ao duelo, deste sábado, diante do Paysandu.

A atividade não contou com a presença da imprensa e durante todo dia, os portões do CT do clube foram mantidos fechados. A integração do atacante Edgar foi divulgada em nota pelo clube na noite dessa quarta-feira.

- Treinando em separado desde a semana passada, Edgar foi reintegrado ao grupo e treinou normalmente com os demais companheiros. O treinador irá observar a movimentação do atacante nos próximos dias para decidir sobre seu aproveitamento na partida diante do Paysandu – afirmou a nota.

Apesar de ainda não confirmar, Flávio Araújo deverá levar Edgar com a delegação para Belém-PA. Já quanto a titularidade a projeção é bem pouco provável.
O Sampaio realiza um novo treinamento na tarde desta quinta-feira, no CT do clube. Na sexta, no mesmo local, a equipe trabalha pela manhã, já que a tarde segue para Belém-PA. A apresentação no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado está agendada para às 17h.

A partida entre Paysandu e Sampaio será realizada neste sábado, no Estádio Mangueirão. O confronto está marcado para às 17h (horário de Brasília).

G1 Maranhão

Trabalhadores da Construção Civil protestam na BR-135, em São Luís

Trabalhadores da área da Construção Civil interditam, desde as 6h desta quinta-feira (27), os dois lados de um trecho da BR-135, na Avenida dos Portugueses, bairro Anjo da Guarda em São Luís. O protesto foi organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e é contra a contratação de pessoal de fora do estado por parte das empresas na área.

Segundo trabalhadores, muitas pessoas que trabalham nas empresas da região vêm de fora e os operários locais estão ficando sem emprego. Por conta da movimentação, o trânsito no local está completamente parado na região localizada em frente ao Hospital da Mulher. Quem precisou chegar cedo ao local de trabalho, teve que percorrer parte do caminho a pé.

A Polícia Militar está no loal para ajudar a manter a segurança.

G1 Maranhão

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Cerca de 790 mil alunos ainda não renovaram o Fies; prazo termina dia 31

Mais de 710,7 mil estudantes renovaram os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), de acordo com balanço do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), até o início da tarde de hoje (26). No total, cerca de 1,5 milhão de contratos devem ser aditados, o que significa que 790 mil ainda não acessaram o sistema. O prazo para renovação termina no dia 31, próxima segunda-feira. 

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de educação superior. Em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa ainda levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação.
Nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema on-line.

Os aditamentos, normalmente feitos no início do semestre, ficaram congelados devido a falta de recursos. No entanto, após a aprovação de crédito suplementar para o programa pelo Congresso Nacional, o sistema foi liberado para renovações.

O investimento nos financiamentos é de R$ 8,6 bilhões, já garantidos no orçamento, de acordo com o Ministério da Educação. A pasta assegura que, para 2017, o governo federal já enviou ao Congresso Nacional Projeto de Lei Orçamentária que contempla R$ 21 bilhões para o Fies, o que garantirá a continuidade dos financiamentos e a manutenção dos contratos com os agentes financeiros do fundo.

Agência Brasil

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Câmara aprova em segundo turno PEC que limita gastos públicos por 20 anos

Brasilia - Depois de mais de sete horas de discussão e obstrução da oposição, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite de hoje (25), em segundo turno, o texto principal da proposta de emenda à Constituição (PEC) 241/2016, que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos à correção da inflação do ano anterior. Foram 359 votos a favor, 116 contrários e duas abstenções. Seis destaques ao texto apresentados pela oposição ainda precisam ser votados.

Pouco antes de encerrar a votação, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mandou que a Polícia Legislativa retirasse das galerias cerca de 50 manifestantes que protestavam contra a aprovação da PEC.

Ao orientar os deputados da base governista a votarem a favor da aprovação da PEC, o líder do governo, deputado André Moura (PSC-SE), disse que a limitação de gastos é fundamental para a retomada do crescimento econômico e do emprego e para o fim da recessão. Segundo Moura, a PEC não mexe nos recursos das áreas prioritárias como a saúde e a educação.

Desde o início da discussão da PEC dos Gastos Públicos, a oposição critica a medida e diz que a limitação vai retirar recursos das áreas sociais, principalmente da saúde e da educação. Os governistas rebatem os argumentos e garantem que não haverá cortes nessas áreas.

Para que a PEC 241 seja encaminhada para discussão e votação no Senado, os deputados precisam agora votar os destaques ao texto.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e os aliados do governo esperam concluir a apreciação da PEC na Casa em novembro para que a proposta seja promulgada e passe a fazer parte da Constituição Federal.

Agência Brasil

LDN fará reunião com clubes para definição do Calendário 2016/2017

A Liga Desportiva Novaolindense (LDN) fará reunião com dirigentes dos clubes no próximo domingo (30), para a definição do restante do Calendário 2016 e definição do Calendário de 2017.

A FMF definiu que neste ano, não haverá edição do Campeonato Intermunicipal, ficando somente para agosto de 2017. Com essa decisão da FMF o calendário local deve ser definido pela LDN.

Os clubes e a LDN devem promover uma competição aproveitando algumas datas de novembr e dezembro de 2016 e as duas primeiras semanas de janeiro de 2017.
A reunião deverá contar com a participação de pelo menos 12 clubes.


Latrocida é arrancado de viatura e pisoteado até a morte na porta de hospital, em Apicum-Açu

Fim de tarde de começou de noite assustador em Apicum Açu, cidade localizada no Litoral Ocidental maranhense a 526 km de São Luís.

Duas pessoas foram assassinadas de forma brutal, a primeira vítima de latrocínio, a segunda – o autor do primeiro homicídio – foi linchada por populares.

Pouco antes das 17h dois homens um de nome Vesgo e o outro ainda não identificado, pediram frete a um mototaxista conhecido por ‘Rominho’ no centro da cidade. Após acertar valor o trio seguiu rumo a zona rural do município.

Segundo a polícia militar, ao chegar na localidade Itererezinho, a dupla que vinha na garupa pediu ao condutor para parar a moto, e então, anunciaram o assalto.
Ao esboçar reação o mototaxista recebeu pelo menos 14 golpes de faca e morreu ainda no local.

Em seguida, ao encontrar o corpo da vítima já sem vida, populares que testemunharam os assaltantes na garupa da motocicleta minutos antes, alardearam o crime e saíram a procura dos malfeitores.

Vesgo, o primeiro suspeito, foi encontrado minutos depois e espancado até a chegada da polícia militar, por diversos moradores enfurecidos. O seu comparsa fugiu ao adentar em um matagal tomando rumo ignorado.

Gravemente ferido, Vesgo foi levado por uma viatura da Polícia Militar com apenas dois PM’s para o hospital municipal Sebastiana Fonseca Costa, no centro de Apicum-Açu.

Ao chegar na porta da unidade de Saúde dezenas de populares indignados esperavam pelo suspeito, assim que o veículo da PM parou Vesgo foi arrancado de dentro da viatura e pisoteado até a morte.

Em número insignificante para conter a fúria de tanta gente, os PM’s nada puderam fazer para conter dezenas de pessoas fizeram justiça com as próprias mãos.

Blog do Domingos Costa


Decisão liminar proíbe torcidas organizadas do Corinthians de ir a estádios

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Futebol, Ronaldo Botelho Piacente, decidiu, em caráter liminar, proibir as torcidas organizadas do Corinthians de frequentar os estádios em partidas como mandante e como visitante. O STJD também determinou o fechamento integral do setor norte da Arena Corinthians até a decisão do processo em Comissão Disciplinar.

A decisão foi tomada atendendo pedido da Procuradoria, depois de um confronto de torcedores com policiais militares no jogo contra o Flamengo, no último dia 23, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Além de proibir os integrantes de torcidas organizadas, a decisão inclui ainda a proibição da exibição de qualquer faixa, cartaz ou vestimenta que faça alusão a qualquer uma dessas torcidas. A decisão foi divulgada por meio de nota da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Agência Brasil

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Três crianças morrem após picape superlotada bater em ônibus no AM

Três crianças morreram após uma colisão entre uma picape e um ônibus escolar no AM-010, Km 134 do ramal (estrada vicinal) das Pedreiras, na cidade de Rio Preto da Eva, a 57 km distância da capital. O acidente ocorreu na tarde desta segunda-feira (24), segundo o Corpo de Bombeiros.

De acordo com informações da corporação à Rede Amazônica, o ônibus escolar descia uma ladeira quando bateu no carro, que fazia um retorno no local. Apenas o motorista tava no ônibus.

Ainda segundo testemunhas, 14 pessoas estavam na picape, que tem capacidade para seis passageiros. Oito ficaram feridos e foram transferidos para Manaus. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.]

Duas crianças morreram no local do acidente, uma dela de 4 anos. Uma outra, de 6, que havia sido transportada em uma ambulância da Secretaria de Saúde para um posto de saude da localidade, não resistiu aos ferimentos.

A perícia da Polícia Civil e Instituto Médico Legal foram acionados. O motorista do ônibus não foi localizado após o acidente. As causas da colisão serão investigadas.

Fonte: G1

Americano-MA vence o Pinheiro e garante vaga no Maranhense de 2017

No segundo jogo da Série B do Campeonato Maranhense, o Americano voltou a vencer o Pinheiro, dessa vez por 2 a 0. Com o triunfo, o time de São Luís garantiu o título e o acesso para disputar o Estadual de 2017.

O Americano entrou em campo com ampla vantagem, após vencer na ida por 4 a 1. Ainda no primeiro tempo, João Melo abriu o placar diante do Pinheiro. A vitória parcial foi garantida até o intervalo.

No segundo tempo, com um jogo mais disputado, o Americano chegou ao segundo gol somente com Samuel convertendo pênalti aos 45 minutos. O gol foi o quarto do atacante no torneio, quer terminou como artilheiro.
 
Reunião entre Ligas e FMF
 
Foi realizada na manhã deste domingo (23), uma reunião entre os dirigentes da FMF e os presidentes das Ligas da Baixada, Litoral e Alto Turi na cidade de Pinheiro.
O Campeonato Intermunicipal de 2016 não será realizado, ficando apenas programado a edição de 2017, que será a partir do mês de agosto.
Serão criados os calendários municipais e o Campeonato Maranhense de clubes amadores.
No próximo dia 19 de novembro, será realizada uma nova reunião para os acertos finais sobre o futebol amador do Maranhão.
 

Em 24h, PRF registra dois acidentes em rodovias federais

Nesse domingo (23), segundo a Polícia Rodoviária Federal, dois acidentes foram registrados em rodovias federais que atravessam o Maranhão. Uma pessoa morreu e nove ficaram feridas.

Após uma colisão frontal entre uma caminhonete de placa HPT-8354, e uma motoneta Honda Biz, de placa OJD-2160, uma pessoa morreu. O acidente ocorreu em Carolina, no km 35 da BR-010. A vítima não foi identificada.

Jornal Pequeno.

Vendedor de “Geladinho” de 7 anos é assaltado e PMS fazem “vaquinha” para pagar prejuízo

Policiais do 15° Batalhão da PM, em Bacabal, no interior do Maranhão, protagonizaram uma comovente história neste sábado (22).
Um garoto de 7 anos os procurou para relatar que havia sido vítima de assalto.
Vendedor de “suquinho” ele teve todos os produtos – e mais R$ 11 – levados pelos criminosos.
Os policiais então reuniram-se, fizeram uma “vaquinha” para compensar todo o prejuízo da criança, levaram-na para casa e agora estão à caça dos vagabundos.
Blog do Gilberto Lêda

domingo, 23 de outubro de 2016

Quase 80% das cidades brasileiras estão com as contas no vermelho

Passado o segundo turno das eleições, a situação financeira das prefeituras virá à tona. De 3.155 municípios que informaram o quadro de suas finanças ao Tesouro Nacional, 2.442, ou 77,4%, já estão com as contas no vermelho, segundo levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). E a situação vai piorar até o fim do ano, com a contínua queda da arrecadação, deixando a bomba fiscal para a próxima administração.
Ao contrário dos governadores, que alardearam nos últimos meses a crise sem precedentes nos seus cofres para ganhar mais dinheiro do governo federal, as prefeituras empurraram os problemas para debaixo do tapete durante a campanha eleitoral – não é exatamente um trunfo eleitoral mostrar que as finanças estão descontroladas.
Os futuros prefeitos, que vão herdar o rombo – no caso dos reeleitos, deles mesmos -, fizeram uma romaria nos últimos dias pelos gabinetes do Congresso em busca de dinheiro para 2017. Mas, com o teto de gastos já aplicado ao Orçamento federal do ano que vem, se depararam com uma grande dificuldade em emplacar seus pedidos de emendas aos deputados e senadores.
As informações prestadas pelos municípios ao Tesouro não são obrigatórias. Por isso, boa parte dos 5.570 prefeitos não as enviam. Mesmo assim, o levantamento representa o retrato mais amplo disponível sobre as finanças das prefeituras. Ao analisar por Estados, todos os municípios do Amazonas e do Rio que divulgaram as informações estão no negativo. Em São Paulo, 402 prefeituras registram déficit. No Rio Grande do Sul, o quadro não é muito diferente, com 371 cidades nessa situação.”A bomba já estourou e vai ficar pior até o final do ano. No período eleitoral, quem vai dizer que está mal?”, diz o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. Segundo a confederação, 576 delas estão atrasando salários.
Fundo menor
A crise se agravou porque os prefeitos contavam com R$ 99 bilhões de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) em 2016, mas a previsão é que esse valor não chegará a R$ 84 bilhões no fim do ano. A queda das transferências da União é mais dramática para Estados do Nordeste e Norte do País, onde boa parte das prefeituras depende desse dinheiro.
As prefeituras também arcam com custos cada vez maiores com a Previdência. No ano passado, a despesa com servidores inativos cresceu 13,22% ante 2014, segundo dados do Tesouro Nacional para municípios acima de 200 mil habitantes. As receitas correntes, por sua vez, subiram apenas 6,81% no período.
“Só vamos saber mesmo a situação quando sentarmos na cadeira”, diz o prefeito eleito de Brejo Grande (SE), Clysmer Ferreira. Membro do PSB, ele era o candidato da oposição no município e esteve no Congresso na última semana para pedir emendas aos parlamentares.
Se para os prefeitos que vão assumir os cargos a perspectiva para o ano que vem não é animadora, para os que estão deixando o cargo com as contas deficitárias o risco é de uma condenação por crime de responsabilidade fiscal. Na avaliação da CNM, muitos prefeitos vão virar ficha- suja. A Lei de Responsabilidade Fiscal proíbe uma série de práticas nos últimos oito meses do mandato, entre elas deixar ao sucessor restos a pagar a descoberto (sem dinheiro em caixa para honrar o pagamento).
O economista José Roberto Afonso, pesquisador do Ibre/FGV e um dos formuladores da LRF, acredita que a sanção é correta, desde que em situação de normalidade econômica. “Não é o caso agora. Seria preciso encontrar uma solução que impedisse uma gastança, mas não levasse a punições de prefeitos por fatores que são alheios à sua atuação.”
Fonte: Época (23.10.2016)

Novaolindense procura por familiares que não ver a mais de 20 anos

O Radialista Elivan Braz da cidade de Cidelândia no Maranhão, fez uma solicitação para a nossa redação, no sentido de ajudar um novaolindense que foi embora de nossa cidade, quando Nova Olinda ainda era povoado. 

O novaolindense tem o nome de Patrício Barbosa dos Santos, segundo Patrício seus pais ficaram em Nova Olinda. Patrício relatou que seu pai Teodorico Barbosa dos Santos já faleceu. Ele busca parentes e sua mamãe que tem o nome de Maria Barbosa dos Santos. Se alguém conhece ou conheceu esses familiares avisem no redação.

Vejam a mensagem enviada para nossa Redação.

Atenção!  PATRICIO BARBOSA DOS SANTOS ESTÁ À PROCURA DE SEUS PAIS: TEODORICO BARBOSA DOS SANTOS E MARIA BARBOSA DOS SANTOS EM NOVA OLINDA - MA, NA RODOVIA PARÁ - MARANHÃO, PRÓXIMO A SANTA LUZIA DO PARUÁ. QUEM TIVER INFORMAÇÕES, LIGAR PARA 015 99114-5546.

Informações para o estúdio da Rádio Ieshuá FM
98-98883-1819 ou 9-8606-2498


sábado, 22 de outubro de 2016

Bando explode agência do Bando do Brasil em Gov. Eugênio Barros no MA

A agência do Banco do Brasil do município de Governador Eugênio Barros, distante 377 km de São Luís, foi atacada por bandidos na madrugada deste sábado (22). Segundo informações de testemunhas, cerca de 12 bandidos encapuzados foram responsáveis pela ação. Eles estavam com armas de grosso calibre, como fuzis, escopetas e os explosivos utilizados na explosão de todos os caixas eletrônicos da agência.
Na fuga, o bando deixou para trás várias cédulas espalhadas pelo chão da própria agência e de ruas da cidade.
Não há informações de feridos nem de troca de tiros com policiais, pois a chegada dos militares se deu minutos depois de o grupo ter deixado à cidade.
O Maranhão passou praticamente todo o mês de setembro sem registros de crimes desta natureza. Isto depois de uma série de ataques nos meses anteriores. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb-MA), o número de arrombamento de agências bancárias este ano superou as 37 ocorrências. Se forem considerados também assaltos e saidinhas bancárias, o sindicato contabiliza praticamente 50 ocorrências este ano.
Um dos ataques mais violentos foi no dia 15 de fevereiro, na cidade de Colinas. Os bandidos fizeram reféns e um dos tiros disparados atingiu uma mulher, que morreu no local.
G1 Maranhão