quarta-feira, 23 de maio de 2012

Situação precária de escola na cidade de Montes Altos chama atenção

Cadeiras quebradas, ventiladores sem proteção, ora falta livros, ora falta de professores, ausência de merenda escolar, banheiros imundos, paredes caindo aos pedaços, telhas quebradas, fiação elétrica exposta e bebedouros mal conservados, infiltrações. Estes e outros problemas compõem o ambiente da Escola Parsondas de Carvalho, no município de Montes Altos, a 60 km de Imperatriz.
Por isso, nesta quarta-feira (23) estudantes da escola foram as ruas insatisfeitos com a situação precária da escola, que é a única que oferece o ensino médio no município. Os estudantes são as principais vítimas e testemunhas do retrocesso com que passa a escola da região.

“Não estamos tendo aulas normais, às vezes tenho apenas duas aulas. O terceiro ano, que é a minha turma, não tem professor para as disciplinas de Geografia, Matemática, Sociologia, Filosofia, Física e Artes. Algumas turmas tem aula de Matemática outras, como as turmas noturnas, nunca tiveram aula de Português”, disse Gabriela Cirqueira, aluna do 3º ano do Ensino Médio.

Dentre as várias reivindicações, está a de que a escola não dispõe de recursos para realização de provas; faltam papel e máquina de xérox, por isso em dias de avaliação, é preciso que os próprios alunos, muitos de baixo poder aquisitivo, paguem para que as provas sejam realizadas.
 
Fonte: O Imparcial
Edição: Cícero Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário